Balsemão à babugem…

balsemc3a3oO patrão da Impresa sentou-se na primeira fila da sessão soarista de comemoração do “25 de Abril”, ao lado de Sócrates e face à mesa onde pontificavam Soares e Lula… O patrão Balsemão teve de cantar a Grandola de pé e em frente a um Soares que cantava de punho erguido!

Que procura obter de Lula o capitalista dos media…? Pode nem ser difícil de adivinhar mas, seja o que for, é coisa de peso suficiente para obrigar o velho Balsemão a umas grandoladas revolucionárias… Que cena divertida!

Santana põe batalhão de comunicação na Santa Casa

A comunicação é um dos amores

O provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, Santana Lopes, anda, desde que tomou posse, a contratar um batalhão de gente para área da comunicação da SCML, incluindo Carneiro Jacinto que viaja pelo mundo, como responsável pelo Gabinete de Relações Internacionais.

Num momento em que o país precisa cada vez mais de esforços solidários e apoio social, é bom saber que Santana tem dado emprego a tanta gente na sua Santana Casa. E as contratações são obviamente feitas “por boas causas”, talvez justificadas pela necessidade de Santana Lopes aparecer em todo o lado, cumprindo assim a célebre promessa de “andar por aí”.

Bem precisamos de um político que cumpre promessas feitas, honra lhe seja feita, mas no estado de merdia em que está este país o dinheiro dos jogos sociais devia servir sobretudo para fins sociais e não para fins do social.

 

 

 

Expresso: Prendas para Belém em papel de parvo

No Expresso, generosidade de Natal do Balsas?, dão-se prendas a Belém e a São Bento. Nem que seja preciso inventá-las, bem inventadas, e embrulhá-las em papel de parvo jornalismo. Ora veja-se o exercício vergonhoso deste merdia, revelado no Câmara Corporativa.

 

No “top 11” do frete político

Escrever por encomenda costuma dar mau resultado. No seu vasto caderno de encargos, o Expresso tinha esta semana uma tarefa difícil: colocar o Presidente da República no top das pesquisas do Google em 2013, nem que para isso fosse necessário destronar… uma actriz porno.
O escriba até começou bem, no título, tal e qual lhe venderam.
Mas depois, no texto, descai-se e, afinal, Cavaco Silva cede o pódio de “o mais procurado” a Érica Fontes (!), sendo remetido para um modesto “sexto lugar”, atrás, por exemplo, de Cristiano Ronaldo. Que a bota (o texto) não bata com a perdigota (título) é coisa que, como sabemos, nunca incomodaria os intrépidos jornalistas do Expresso.
A encomenda tinha, porém, ainda um picante (ui, que excitação!) – demonstrar que Cavaco Silva é mais popular no Google que o alegado primeiro-ministro (deve ter havido festa de arromba na Casa Civil…). Só que, aqui, o coração do escriba falou mais alto: apesar de ficar atrás de Cavaco, Passos teria que permanecer no pódio. Vai daí, inventa-se um “top 11”, feito à medida de tão distinta figura.
Tanto pontapé na lógica em tão curto texto é obra!

Mudanças de Direcção nos Media

Mas, por “razões económicas e organizacionais”…

Fim de ano agitado nos merdia para directores e correlativos…

Muitas mudanças em curso e algumas já bem à vista.

Os accionistas separam-se de direcções falhadas e outras “incompatibilidades”. Em Lisboa e Porto, há vários processos em curso… seguindo modas que vêem de fora. Sigam-se, pois, também os ensinamentos que essas modas importadas nos dão.

Em Paris, onde  as merdias vão já mais avançadas (as modas e os bebés continuam a vir de Paris, com ou sem cegonha…), o director do ‘La Tribune’, Eric Walther, acaba de ser ‘desembarcado’, segundo o presidente do conselho de administração, “por razões económicas e organizacionais”. Esta “explicação” parece-me ser como um bem cortado (e bem cosido) vestidinho preto de boa seda numa mulher elegante: “cai” muito bem…

Portanto, meus senhores, aqui deixo a sugestão (e sem cobrar nada) para algumas administrações de merdia portugueses na hora da verdade para certos directores… Por exemplo, para a nova administração do grupo ex-Lusomundo, ex-Oliveira e etc., como dizer a João Marcelino que está ‘desembarcado’? Pois, por “razões económicas e organizacionais”…

OPA de Balsas à Maçonaria

Parece que se começa a querer partir muita pedra lá para os lados do 3º canal. Começaram já as movimentações de balsas para colocar um fiel peão como candidato a Grão-Mestre, para substituir o actual líder da Maçonaria.

Para o ano há eleições e por isso toca a colocar candidatos à tona. Balsas em todas. Continua  o ataque a tudo o que são instituições, dos Serviços, à Igreja Católica, passando agora pela Maçonaria, nada escapa, e quando não se pode destruir lançam-se OPA’s.

A nova é esta, mas não tarda ainda vemos ir de balsas a Papa, com a benção de Bilderberg.

Balsemão compensa saudades do Apartheid

O sempre mordaz Jornal de Angola dedicou um dos seus cartoon diários ao jornalista da SIC Mário Crespo, vestindo-o com uma gravata com o símbolo nazi e fazendo uma alusão ao boss, a Balsemão.

Este último não comenta… Porque para comentar tem o Expresso, o maior irresponsável por toda esta bronca com Angola, e que tem ultrapassado em muito aquilo que um mérdia minimamente sério pode e deve fazer: servir o jornalismo, ao invés de se servir dele para lançar ataques dirigidos, com informações seleccionadas, como no caso dos das 26 altas figuras portuguesas que não referiu quando lançou na praça pública, com violação do segredo de justiça, o nome das figuras angolanas investigadas.  Um facto que está no centro da irritação do presidente de Angola, como há dias revelava o DN em manchete.

Na imagem um jornalista questiona Crespo, com gravata vermelha e símbolo nazi lá colocado, sobre se tem saudades do Apartheid, e este responde: “não, amigo, agora sou pago por Balsemão”… Ou seja, parece que Balsemão conpensa as saudades do Apartheid.

Talvez a ligação de Crespo e Balsemão que aqui revelei em tempos ajude um pouco a contextualizar esta ideia que o Jornal de Angola faz de ambos:

Balsemão e Crespo: Muito mais forte é o que os une… a Kaúlza de Arriaga

 

 

Contribuintes, a RTP precisa de 200M/ano do nosso dinheiro para viver

 A RTP “precisa, no mínimo, de 200 milhões de euros por ano, para viver”. O apelo desesperado (uma vez que a contribuição audiovisual que pagamos via factura da EDP e a publicidade “só” dão 180M) é do presidente do Conselho de Administração da RTP, Alfredo da Ponte.

Deixo por isso aqui um pedido emocionado para que ajudem esta pobre TV pública a viver com a dignidade…

Proponho que urgentemente se inicie uma campanha solidária para conseguir verbas suficientes para, entre outros bens de primeira necessidade:

– manter os 508 mil euros gastos com e pelos administradores da RTP

– manter os 31 salários acima de 6523 euros, o valor pago ao Presidente da República (oito deles acima do dobro deste valor)

– manter a possibilidade de, pelo exemplo dado em 2012, Alfredo da Ponte poder gastar mais de 8 mil euros em viagens e alojamento

– manter em dia o pagamento de juros sobre 410 milhões, previsto no contrato de Swap feito pela empresa em 2002

Este não é só o meu pedido é feito por mim em nome de todos os que podem sofrer se não dermos mais 20M à RTP.

O José, a Fátima, o João, o Carlos, a Catarina, o Fernando e o Alfredo agradecem a vossa generosa contribuição audiovisual, mas precisam de mais para poderem fugir ao drama de uma vida de merdia.

Marques Mendes, por boas causas

Vale a pena ler esta breve nota publicada há dias no facebook pelo José Paulo Fafe, sobre os bons préstimos do comentador Marques Mendes em prol de causas muito próprias. E a pergunta feita num comentário ao Post e que é também muito interessante…

@[1477719690:2048:Jose Paulo Fernandes-Fafe] AOS 55 anos, Luís Marques Mendes pode estar eternamente agradecido a Francisco Balsemão que, ao franquear-lhe as portas dos estúdios de Carnaxide, possibilitou-lhe empoleirar-se numa das tribunas semanais da SIC, permitindo-lhe assim pôr a render os contactos e influências que foi amealhando ao longos dos anos em que esteve envolvido na política activa. E agora, a par desses comentários onde prega a ética e a moral na política, este antigo assalariado de Isaltino de Morais na Universidade Atlântica (lembram-se?) protagoniza autênticas "investidas" profissionais junto de quem ele crê necessitado dos seus serviços, não hesitando em pôr-se em bicos de pés e oferecer o seu "trânsito" nos  meandros e altas esferas do poder. A entrada ("a mil"...) em cena deste paladino da ética na chamada "advocacia dos negócios" tem sido muito comentada nas últimas semanas, especialmente agora que se volta a falar no renovado interesse de Germán Eframovich na (adiada) privatização da TAP...
AOS 55 anos, Luís Marques Mendes pode estar eternamente agradecido a Francisco Balsemão que, ao franquear-lhe as portas dos estúdios de Carnaxide, possibilitou-lhe empoleirar-se numa das tribunas semanais da SIC, permitindo-lhe assim pôr a render os contactos e influências que foi amealhando ao longos dos anos em que esteve envolvido na política activa. E agora, a par desses comentários onde prega a ética e a moral na política, este antigo assalariado de Isaltino de Morais na Universidade Atlântica (lembram-se?) protagoniza autênticas “investidas” profissionais junto de quem ele crê necessitado dos seus serviços, não hesitando em pôr-se em bicos de pés e oferecer o seu “trânsito” nos meandros e altas esferas do poder. A entrada (“a mil”…) em cena deste paladino da ética na chamada “advocacia dos negócios” tem sido muito comentada nas últimas semanas, especialmente agora que se volta a falar no renovado interesse de Germán Eframovich na (adiada) privatização da TAP…
  •  Sabem o que é Bilderberg?

Manela, ex-contratação milionária da SIC apresenta “Quem quer ser Milionário” na RTP

Em 2011, a SIC do Balsas anunciava a contratação de mais uma estrela para ser o rosto do programa “A Rede Social: Manuela Moura Guedes, mas o programa não foi para o ar e a Manela foi ao ar sem explicações. A única explicação veio da própria: “A SIC teve medo” (o que só estranha quem está desatento).

Mas a RTP não tem medo e vai agora apresentar um concurso para candidatos a milionários à moda da TV portuguesa (uma vez que o prémio nem dá para pagar a festa de aniversário do miúdo quer tramou a Judite).

Mudanças no SOL

Este fim de semana promete ser de muito sol, é pois o momento ideal para trazer novidades sobre um merdia cá do burgo, ou melhor,  sobre um merdia que está no burgo mas não é de cá.

No semanário Sol a coisa está agitada e há já mudanças a destacar:

A directora financeira foi afastada…

… e Álvaro Sobrinho já saiu e passou a “posição” a um dos irmãos Madaleno.

Um Bom fim-de-semana a todos e com muito sol…