Lusa quo vadis?

Parece-me que o corte anunciado na Lusa  vai pelo menos servir para melhor se perceber que caminho quer a Lusa trilhar. É que muito que se queixem lá para os lados de Benfica, a verdade é que há muito a Lusa deixou de entender a realidade e a ela se adaptar. Informação em tempo real é coisa que a agência não domina e não entende. E hoje o público e os clientes da Lusa pedem isso mesmo. E pedem também que os jornalistas que lá estão se deixem de algum comodismo instalado e queiram, de facto, ir onde os outros não precisavam de ir.

O conforto de algumas cadeiras da agência tem levado a que alguns que por lá andam, há notáveis excepções e conheço várias, prefiram o trabalho de secretária, mas não é para isso que a Lusa serve (serve mesmo para o contrário, para sair à rua e deixar os clientes sentados nas cadeiras à espera das frescas novidades que a agência devia oferecer).

Agora com a certeza de cortes já não se limitam a ficar sentados, agora agarram-se com todas as forças às cadeiras para tentar evitar sairem de vez.

 

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: