Merdia na Reuters gera 1ª greve em 25 anos

Os jornalistas da  Reuters estão zangados com a merdia de aumento (abaixo da inflação) que a administração da agência lhes propôs e, por isso,  decidiram fazer a primeira greve dos últimos 25 anos. Vão parar por 48 horas, a 9 e 10 de Fevereiro.

A agência britânica quer dar apenas um aumento salarial de 1,5%, “um insulto”, dizem os jornalistas que querem um aumento anual de pelo menos 7%, para o valor estar “alinhado com a inflação”.

Os funcionários já chegaram a um ponto em que “não conseguem mais pagar para trabalhar na Reuters, pois não têm sequer dinheiro para pagar os bilhetes de metro”, diz Michelle Stanistreet, do Sindicado dos Jornalistas britânicos (NUJ, sigla em inglês).

Ler aqui

 

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: