SIC: Don Balsas manda mais trabalhadores à merdia

Eu bem alertei aqui em Abril que a adesão de Balsemão ao espírito de Maio de 68 com intenção de levar “a imaginação ao poder” podia vir a ser um problema para os trabalhadores da Impresa.

Alguns devem estar recordados de Balsemão ter afirmado que gostava de ver implementada uma lei de trabalho com soluções “mais imaginativas” para fazer face a cenários de crise e a ajustamentos no número de trabalhadores, no debate “Portugal – Que Futuro?”, organizado pela Rádio Renascença, em Abril. Balsemão deixou, no entanto, a ressalva de que esta receita de emagrecimento não estava a ser pensada na Impresa… Pois é, esta vida dos merdia tem destas coisas, num dia dizem uma coisa, um mês depois fazem outra.

Rescisões pouco amigáveis… 

Sabemos hoje, pelo CM, que a SIC avançou já com um novo plano de reestruturação interna em que propõe rescisão de contratos de trabalho por mútuo acordo com os trabalhadores. Isto depois da estação de Carnaxide ter andado a fazer contratações milionárias.

Mas atenção que, à boa maneira da Máfia, a proposta amigável de Balsemão vem acompanhada de uma ameaça, caso os trabalhadores visados não aceitem o “presente irrecusável” que lhes está a ser oferecido: “em função do desfecho deste processo, a Comissão Executiva poderá implementar, ou não, outras medidas no âmbito da reestruturação relacionada com a área dos recursos humanos, eventualmente recorrendo a soluções previstas nas anunciadas alterações da legislação laboral”.

CM: SIC avança com novas rescisões

A SIC avançou ontem com um novo plano de reestruturação interna, que o Correio da Manhã teve acesso, em que propõe rescisão de contratos de trabalho por mútuo acordo com os trabalhadores, à semelhança do que já tinha feito em 2008.

Num comunicado emitido aos funcionários, a Comissão Executiva do canal de Carnaxide escreve que decidiu lançar um novo ‘Programa de Rescisão Amigável’, tendo em conta “a necessidade de a SIC efectuar um controlo continuado e rigoroso dos seus custos, especialmente considerando a actual preocupante crise económica.”

O plano propõe aos interessados rescindirem o contrato em troca de um “valor bruto igual a 1,25 vezes o valor médio da retribuição certa mensal, auferida nos últimos 12 meses, por cada ano de antiguidade”. O programa é aberto aos “trabalhadores com idade até 62 anos [inclusive], com contrato sem termo celebrado com as empresas SIC e GMTS há mais de 12 meses”. Não é aplicável a quem está em “situação de requisição, ausência prolongada ou com processos disciplinares em curso”.

O período de apresentação de pedidos de adesão termina já a 17 de Junho. No comunicado lê-se ainda que “em função do desfecho deste processo, a Comissão Executiva poderá implementar, ou não, outras medidas no âmbito da reestruturação relacionada com a área dos recursos humanos, eventualmente recorrendo a soluções previstas nas anunciadas alterações da legislação laboral”.

Recorde-se que, no programa de 2008, cerca de 50 funcionários rescindiram contrato com a estação.

Desta vez, a reestruturação surge pouco após a assinatura de mais de dez contratos de exclusividade. Além de Gabriela Sobral e Júlia Pinheiro, já assinaram pela SIC actores como Helena Laureano, Rogério Samora e Joana Santos, entre outros.

Contactado pelo CM, Luís Marques, director-geral da SIC, não quis fazer comentários.

PS: Neste caso, como soubemos ontem, Manuela Moura Guedes não tem razões para se preocupar. Está de certeza a salvo de qualquer rescisão porque ainda nem contrato assinou

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: